Cultura cigana, circo, manifestações artísticas e show de Daniela Mercury fazem parte da grande manifestação LGBT

A 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que acontece no dia 18 de junho na Avenida Paulista, tem como diretor artístico dessa edição o estilista, produtor cultural e figurinista Heitor Werneck. Após 20 anos acompanhando a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, o produtor promete trazer grandes surpresas para o movimento social, que até hoje é considerado o maior evento de visibilidade LGBT do mundo.

O tema da Parada LGBT em 2017 é “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado Laico”. Heitor pretende inovar e teatralizar a Parada, incluindo diversos espetáculos circenses ao longo do trajeto. Estão previstas apresentações artísticas e culturais, como baile cigano, manifestações folclóricas, arlequins em espetáculos circense especial em pernas de pau, entre outros. Além disso, também acontecerá o grande show de Daniela Mercury no trio.

Diversas religiões serão celebradas à frente de cada trio e a diversidade e respeito com suas manifestações será um marco da Parada. “Como o tema é Estado Laico, abraçaremos todas as formas de manifestações religiosas, sejam católicas, evangélicas, judaicas, espíritas, religiões de matrizes africanas como a umbanda e o candomblé, budistas, hare krishnas, agnósticos, entre outras.”, enfatiza Werneck.

Além da Parada do Orgulho LGBT, a ONG APOGLBT SP também realiza o Mês do Orgulho LGBT com diversas atividades, como o Ciclo de Debates, Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, Em Memória e a tradicional Feira Cultural LGBT que, neste ano, também terá a direção artística de Heitor Werneck. A Feira Cultural LGBT acontece no dia 15 de junho no Vale do Anhangabaú, das 10h às 22h. De acordo com Werneck, a Feira terá shows musicais, artistas da noite – inclusive do cenário LGBT – tendas de comércio e alimentação, além de intervenções artísticas ao longo do dia.

Sobre Heitor Werneck

Criador da grife Escola de Divinos, Heitor é um dos grandes nomes do underground paulista dos anos 90. Criando peças únicas e exclusivas, o estilista já criou looks para artistas como Paulo Ricardo, Supla, Jota Quest, Julia Petit e Luciana Vendramini, além de figurinos para peças teatrais e novelas.

O estilista foi idealizador das festas de cabaré alemão no Madame Satã, que faz uma releitura dos eventos realizados na década de 80. O “Cabaret Madame” tem performances burlescas, strip-tease, chair dance, commedia dell’arte, contorcionismo e musicais de cabaré e da Broadway.

Pesquisador sobre o assunto há 20 anos, Heitor também produziu o exótico palco Cabaret da Virada Cultural de São Paulo, que apresenta diversos estilos de dança, performances de contorcionismo (circense) e strip-tease burlesco.

Heitor é o percursor da suspensão corporal no Brasil, realizando a técnica desde 1994. Imerso no universo punk, clubber e fetichista, ele surpreende a todos com sua criatividade peculiar. Além disso, é idealizador do Projeto Luxúria, a festa fetichista mais conhecida de São Paulo e que predomina o couro, látex, BDSM (Bondage e Disciplina, Dominação e Submissão, Sadismo e Masoquismo), podolatria, entre outros.

SERVIÇO

21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

Data: 18 de Junho

Horário: 10h

Local: Av. Paulista

Link oficial do evento: https://www.facebook.com/events/105978123240834

17ª Feira Cultural LGBT

Data: 15 de Junho

Horário: 10h às 22h

Local: Vale do Anhangabaú