Na semana da Parada Gay de São Paulo, aconteceu o Fórum de Turismo LGBT, no Meliá Paulista, em São Paulo, promovendo a capacitação de agentes de viagens a respeito do segmento, que cresce em ritmo mais acelerado que o turismo convencional. 

Na prática, o que muito se ouviu é que o viajante LGBT deve ser tratado exatamente como os outros turistas. E o público LGBT não espera regalias ou tratamentos diferenciados, mas justamente igualdade e respeito no atendimento.

Marcelo Michieletto, presidente da ABTLGBT – Associação Brasileira do Turismo LGBT, começou o Fórum de Turismo LGBT lembrando da relevância do trade estar mais unido. Justamente pela importância e força que o mercado turístico brasileiro possui. 

Um case de sucesso, Fort Lauderdale desenvolve o turismo LGBT há 22 anos. Neste ano lançou uma campanha com modelos transgêneros, tornando-se o primeiro destino do mundo a usar modelos LGBTQ em sua campanha de marketing. A campanha foi dirigida a uma audiência jovem para mostrar a imagem do destino como uma marca autêntica, diversificada e inclusiva.

O evento foi uma realização da ABTLGBT e da revista Via G com a participação de Clovis Casemiro, coordenador para o Brasil da International Gay and Lesbian Travel Association (IGLTA)

Os patrocinadores dessa edição foram a Delta Airlines, a rede Hard Rock Hotels, Fort Lauderdale e Berlim & Viena e o aplicativo Hornet que ofereceu um delicioso almoço aos participantes

 

A diretoria da ABTLGBT, Luiz Carlos Moro Redeschi, Marcelo Michieletto, Ricardo Hida e Liberado Junior
O Fórum foi realizado no Hotel Mélia Paulista com lotação esgotada